Atendemos via WhatsApp (31) 99877-2514 ou por E-Mail atendimento@minaslabor.com.br

Eletroforese em gel e suas aplicações.

A eletroforese é uma técnica amplamente utilizada na qual, basicamente, a corrente elétrica é aplicada a moléculas biológicas, seja DNA, proteínas ou RNA elas são separadas dependendo de serem maiores ou menores. É usado em uma ampla variedade de aplicações.
ELETROFORESE EM GEL E SUAS APLICAÇÕES
É uma técnica usada por professores, estudantes e profissionais da área medica no laboratório de bioquímica para separar DNA, RNA ou moléculas ou proteínas de acordo com o seu tamanho e a quantidade de carga elétrica, uma corrente elétrica é usada para mover as moléculas e separá-las através de um gel. Os poros do gel atuam como um filtro, permitindo que moléculas menores se movam mais rapidamente que as menores. As condições usadas durante a eletroforese podem ser ajustadas para separar moléculas na faixa de tamanho desejada.
Onde é usada a eletroforese:
Medicina forense
Pode ser usada na medicina forense, para determinar a identidade de pessoas que podem ter participado de um crime, vinculando seu padrão de DNA.
Interações de Proteína e Anticorpo
Outra forma comum de eletroforese é a imunoeletroforese, que analisa a presença e o comportamento de certas proteínas. Muitas condições médicas, incluindo esclerose múltipla, doença renal e alguns tipos de câncer, resultam na criação de moléculas de proteína anormais.
Teste em remédios
A eletroforese desempenha vários papéis no teste de antibióticos. Um dos mais comuns é testar a pureza de um antibiótico. Aplicando eletroforese a uma solução que contém o antibiótico na forma de uma tira de papel impregnada com o antibiótico ou um capilar – um tubo muito fino – preenchido com a solução, os pesquisadores podem diferenciar o antibiótico em si e quaisquer impurezas.
Testes em Vacinas
Assim como os antibióticos, a eletroforese é útil na criação e produção de vacinas. O objetivo de uma vacina é ajudar o corpo a gerar anticorpos para um patógeno potencialmente perigoso, e a eletroforese é um método útil para detectar esses anticorpos.
Como funciona a eletroforese
As moléculas orgânicas costumam ter uma carga positiva ou negativa, o que faz com que elas respondam a uma corrente elétrica. Moléculas com carga positiva atravessam para o pólo negativo do campo e moléculas com carga negativa migram ao contrario para o pólo positivo. Moléculas com uma carga maior tendem a se mover mais rápido e a viajar mais longe enquanto a carga é aplicada. No entanto, eles também serão retardados pelo atrito, que por sua vez é afetado pelo tamanho e formato da molécula e pelo meio usado no teste. Ao controlar a corrente elétrica e o atrito fornecido pelo meio de teste, os pesquisadores podem criar condições que separam biomoléculas com eficiência, para que possam ser isoladas e estudadas. Também permite que os pesquisadores identifiquem as diferenças entre as moléculas, observando o quanto elas são influenciadas pela corrente.
Principais produtos usados na técnica eletroforese são:
Agarose Kasvi
Corante Não Mutagênico Safer
Cuba para eletroforese vertical
-Cuba para eletroforese horizontal
Fonte de alimentação para as cubas
-Transilumidador Kasvi
Sistema de captura de imagem
Acessórios: Pentes, espaçadores, placa de vidro, etc…
(imagem) PRODUTOS-PARA-LABORATORIOS.jpg
Minaslabor Produtos para laboratórias Ltda, você encontra tudo para seu laboratório inclusive completa linha de equipamentos e acessórios para eletroforese, entre em contato com nosso departamento comercial e solicite seu orçamento: contato@minaslabor.com.br

Quick Navigation
×
×

Cart